Back To Top

Néctar Consulting

Conheça os 10 maiores problemas que fazem as empresas adotarem a automação de marketing

Conforme o marketing evoluiu, os profissionais de marketing tiveram que adotar uma variedade de ferramentas e tecnologias. Muitas dessas soluções funcionam independentemente umas das outras, exigindo muito trabalho manual e muitas peças móveis. Seus resultados são frequentemente confusos e difíceis de medir com precisão. Isso desafiou os profissionais de marketing que buscam uma maneira de demonstrar ROI e refinar suas táticas.

Uma plataforma de automação de marketing completa oferece soluções concretas para os problemas mais comuns enfrentados pelos profissionais de marketing. Na próxima página há uma lista dos desafios mais comuns, junto com como a automação de marketing resolve cada um deles.

Conheça a seguir os 10 maiores problemas que fazem as empresas adotarem uma solução de automação de marketing.
E ao final do texto, conheça nosso ebook com as soluções para esses 10 problemas.

 

1. Vendas precisa de mais leads

Profissionais de marketing que lutam com geração de leads, muitas vezes fazem isso porque não têm uma forma automatizada de gerenciá-los até são qualificados e adicionados ao CRM. Eles lutam por encontrar e gerar novos leads porque criam comunicações desconexas que não orientam clientes em potencial durante o processo de compra.

 

2. Vendas precisa de melhores clientes potenciais

A qualidade do lead é uma consideração importante quando se trata de criar eficiências no processo de conversão de receita. Quando os vendedores dizem que precisam de leads melhores, o problema costuma ser duplo: os vendedores não têm informações sobre potenciais interesses e engajamento. Eles têm como alvo todos no mercado-alvo, mesmo aqueles com poucas chances de conversão. Vendas não pode ver as ações que um cliente em potencial realizou antes de se tornar um cliente potencial e, portanto, não podem priorizar. Por não ser capaz de dar continuidade à conversa iniciada pelo marketing, as vendas não podem ser personalizadas para o cliente potencial, criando uma experiência de comprador desconexa.

 

3. O marketing não é direcionado ao comprador ideal

Existem muitos casos em que o marketing pode gerar um grande volume de leads de vendas. A equipe de vendas pode até ter conversas de qualidade com esses clientes em potencial, mas eles ainda não
fecharam negócios o suficiente. O departamento de marketing combinará seu cliente ideal com um perfil principal e eles parecerão uma combinação perfeita. Isso é extremamente frustrante para muitos vendedores. A peça que falta é a jornada que o cliente em potencial fez antes de se tornar um cliente.

 

4. A transferência do marketing para as vendas é instável

As vendas geralmente carecem de visibilidade sobre o que o marketing faz e o engajamento que ele gera com os clientes em potencial. Eles não podem ver a jornada pessoal do cliente potencial. Isso torna muito difícil para eles retomar a conversa de onde o marketing parou. Por causa disso, a conversa pode parecer impessoal e prejudicar a experiência do comprador. Além disso, pesquisar o negócio e o histórico do cliente em potencial é uma tarefa manual e demorada. Esse processo desarticulado retarda o processo de vendas e prejudica a experiência do comprador.

 

5. Vendas luta para permanecer na mente dos clientes em potencial

Empresas com ciclos de vendas complexos, como fabricantes de equipamentos pesados, muitas vezes têm dificuldade em manter os clientes em potencial interessados por longos períodos de tempo. Nessas circunstâncias, vendas geralmente faz muito rastreamento manual. Embora possa ser eficaz, não é um uso eficiente para os recursos humanos.

 

6. Site de alto tráfego sem visibilidade

De acordo com a SiriusDecisions, em uma empresa líder em vendas e inteligência de marketing, até 70% do ciclo de compra é concluído online antes de envolver o vendedor. Isso significa que a maioria dos
clientes em potencial são autodidatas online. Sem a automação de marketing, os especialistas têm visibilidade limitada de onde seus leads coletam informações. Eles também não têm uma ideia clara
de onde investir tempo e recursos para orientar a jornada do cliente em potencial. Além disso, eles não podem medir a parte mais importante do tráfego do site – a taxa de conversão de visitantes anônimos em
leads conhecidos.

 

7. Itens que não estão prontos para comprar são adiados

O marketing trabalha muito para adquirir novos contatos e convertê-los em leads de vendas. No entanto, se o cliente em potencial for pressionado prematuramente, todo o trabalho árduo poderá ser desfeito. Suponha que você peça ao vendedor um acompanhamento em 6 meses. O vendedor provavelmente definirá um lembrete ou tarefa no CRM para isso. Portanto, o cliente em potencial permanece lá, intacto. Pode ficar obsoleto se o vendedor não continuar a conversa.

 

8. O marketing se esforça para mostrar ROI

Ser capaz de reportar o ROI de marketing é importante para qualquer negócio. Muitos departamentos de marketing passam dias, semanas ou até meses tentando calcular manualmente a quantidade de receita e influência de marketing no último ano. Essas informações são tediosas, demoradas e representam apenas uma pequena parte das informações que você poderia obter com a automação de marketing.

 

Conheça abaixo o ebook SugarCRM com as 10 soluções de como a Automação de Marketing pode resolver todos esses problemas.

10 RAZÕES POR QUE AS EMPRESAS ADOTAM AUTOMAÇÃO DE MARKETING